Quarta, 21 de Abril de 2021 02:03
51 98419-1295
Especiais Curitiba / PR

Mãe de menino de Curitiba com doença rara apela para campanha de tratamento não parar

O menino Miguel Lorenzo Gonçalves da Silva, 2 anos, sofre de macrocefalia, uma doença rara.

07/03/2021 13h55
254
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Tribuna PR
O menino Miguel Lorenzo Gonçalves da Silva, 2 anos, sofre de macrocefalia, uma doença rara. Foto: Arquivo Pessoal.
O menino Miguel Lorenzo Gonçalves da Silva, 2 anos, sofre de macrocefalia, uma doença rara. Foto: Arquivo Pessoal.

O menino Miguel Lorenzo Gonçalves da Silva, 2 anos, sofre de macrocefalia, uma doença rara que provoca o crescimento anormal da cabeça e traz vários outros sintomas adjacentes, como atraso mental e incapacidade física.

Em janeiro deste ano, a família do Miguel descobriu que ele está perdendo visão e pede apoio das pessoas para vários exames que o menino precisa fazer ao longo da vida e, também, para consultas nos Estados Unidos. A Tribuna contou a história dele em julho de 2019.

A mãe e policial militar Kauane Silvia Gonçalves, 30 anos, diz viver uma angústia diária com o tratamento do filho. Ela e toda a família, o Daniel Alexandre da Silva, 32 anos, o irmã mais velho Pedro Raphael Gonçalves, 10 anos, e a irmãzinha Amelie Lorenzo Gonçalves da Silva, de 1 ano, que foi gerada para a família guardar células-tronco pensando num possível tratamento que ainda não existe.

Nesta semana, nas redes sociais, a Kauane Silva fez um apelo às pessoas para que não deixem empacar a campanha de arrecadação para a viagem aos Estados Unidos. O valor atual estacionou em R$ 85 mil. A família precisa de R$ 500 mil para a viagem.

“Queria ter o dinheiro de pelo menos um mês de tratamento para sair daqui às pressas em busca das universidades dos Estados Unidos que podem nos ajudar”, escreveu a Kauane Silva. A mãe explica que no Brasil não há respostas para cura da doença do Miguel. Que só nos Estados Unidos há estudos que poderiam ajudar. “Há universidades que se interessaram pelo caso dele, mas, sem o dinheiro para bancar a viagem, não há como seguir com o objetivo de tratamento”, conta.

O diagnóstico da perda de visão ocorreu em janeiro deste ano. A partir daí, o Miguel foi encaminhado a Centro Regional de Atendimento Integrado ao Deficiente (Craid), que é o local onde se trabalha a terapia ocular para pessoas com deficiência visual. Mas o menino piorou. “Ele precisa aproximar tudo do rosto, praticamente encostar o rosto nas coisas pra enxergar”, disse a mãe, entristecida.

Segundo a Kauane Silva, a cabeça do menino também cresceu muito. Ele não anda, não fala, tem epilepsia, apraxia ocular, hipotonia e dificuldade de se alimentar. “O Miguel realiza muitos exames, rotineiramente. Nós vivemos uma luta sem respostas aqui no Brasil”.

Bora ajudar?

Para colaborar com a família e a viagem do Miguel para os Estados Unidos é preciso acessar a página da vaquinha on-line no endereço – http://vaka.me/793407.

Também é possível realizar depósitos pelo Picpay: https://picpay.me/kau.silvia ou nas seguintes contas bancárias:

BANCO DO BRASIL

PIX.: miguellorenzo

AG.: 3020-1

C/C.: 47614-5

CPF: 069.877.779-42

KAUANE SILVIA GONÇALVES

DANIEL ALEXANDRE DA SILVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

PIX.: e71824af-ecbf-4c60-bf55-34a03a3b7425

AG.:1001

C/P.: 850953483-5

Conta Poupança (1288)/013

CPF.: 069.877.779-42

 KAUANE SILVIA GONÇALVES

O telefone para contato é o (41) 99832-8686.

> Receba todas as notícias do Portal Acontece no RS no seu WhatsApp. Clique aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.