Sábado, 05 de Dezembro de 2020
51 98419-1295
Política POLÍTICA

Ao G20, Bolsonaro defende que seu governo tem determinação de buscar desenvolvimento sustentável

"O hino nacional de meu País diz que o Brasil é gigante pela própria natureza. Estejam certos de que nada mudará isso", disse o presidente.

22/11/2020 13h53
208
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Correio do Povo
"O que apresento aqui são fatos, e não narrativas", disse | Foto: Marcos Corrêa/PR/Divulgação/CP

O presidente Jair Bolsonaro disse aos líderes do grupo das 20 maiores economias do mundo, o G20, que se reúnem virtualmente neste final de semana, que seu governo também mantém a determinação de buscar o desenvolvimento sustentável em sua plenitude, de forma a integrar a conservação ambiental à prosperidade econômica e social. "O hino nacional de meu País diz que o Brasil é gigante pela própria natureza. Estejam certos de que nada mudará isso. Vamos continuar protegendo nossa Amazônia, nosso Pantanal e todos os nossos biomas", citou.

Ao final de sua participação, o presidente brasileiro disse a contrapartes que contassem com o País e com o povo brasileiro para tornar o mundo "realmente mais desenvolvido e mais sustentável". O chefe de Estado defendeu que o Brasil é responsável por menos de 3% da emissão de carbono do mundo, mesmo sendo uma das 10 maiores economias do globo.

Ele apresentou este dado depois de mostrar outros números relacionados ao meio ambiente. "O que apresento aqui são fatos, e não narrativas. São dados concretos e não frases demagógicas que rebaixam o debate público e, no limite, ferem a própria causa que fingem apoiar", alfinetou.

Bolsonaro fez estas afirmações durante evento paralelo organizado pela presidência da Arábia Saudita sobre a economia de baixo carbono. "Para promover o desenvolvimento sustentável, reconhecemos a contribuição do conceito de Economia Circular de Baixa Emissão de Carbono, baseada nos '4Rs': Reduzir, Reutilizar, Reciclar, Remover", disse o presidente.

Segundo ele, o esforço do G20 deve ser concentrado no primeiro 'R', que é a "Redução" das emissões de carbono. "Por isso, também nesse aspecto, mais uma vez tenho orgulho de dizer que o Brasil possui a matriz energética mais limpa entre os países integrantes do G20", destacou, acrescentando que mantém o compromisso de continuar a preservar o patrimônio ambiental doméstico.

Vídeo salvando cidade

Ao citar que está em reunião do G20, o presidente postou em sua conta oficial no Twitter um vídeo em que um gigante é atacado ao tentar defender uma pequena cidade de uma rocha. O vídeo, baseado na cena de um filme, é também uma analogia a uma publicação feita nas redes sociais por apoiadores do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, há um ano. "BOM DIA A TODOS. Estou agora em reunião com o G-20", escreveu o presidente na publicação.

O vídeo, que é um trecho do curta-metragem "Inércia", lançado em 2014, mostra um gigante correndo para tentar impedir que uma rocha atinja uma cidadezinha medieval à beira-mar. Quando a criatura consegue segurar a pedra, esbarra sem querer em uma construção, que desaba. Nesse momento, ele começa a ser atacado pela cidade e, desapontado, acaba deixando a rocha destruir o que sobrou.

A publicação também foi feita no Twitter do ministro das Comunicações, Fábio Faria. "Precisamos apoiar e ajudar esse gigante", escreveu Faria. O mesmo vídeo foi divulgado por apoiadores de Modi em 2019. Ao final da exibição, aparece uma mensagem de apoio ao primeiro-ministro indiano. "Uma pessoa está indo muito bem, mas ainda assim a nação está culpando-o. Um dia, depois de os limites serem ultrapassados, ele pode perder o interesse", diz um trecho. "Isso é exatamente o que está acontecendo em nosso país e a pessoa a quem estamos nos referindo aqui não é outra senão nosso amado primeiro-ministro #NarendraModi."

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.