Quarta, 21 de Abril de 2021 01:16
51 98419-1295
Esportes Inter

Inter deve manter política de aposta na base na próxima temporada

Contra o Flamengo, no último domingo, Colorado teve nove jogadores com até 22 anos.

24/02/2021 09h55
151
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Correio do Povo
Inter deve manter política de aposta na base na próxima temporada | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP
Inter deve manter política de aposta na base na próxima temporada | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

O Brasileirão ainda não acabou e o Inter ainda tem chances de conquistar o título, mas de algumas formas a próxima temporada já se iniciou. A principal delas é o alto aproveitamento das categorias de base, principalmente após a chegada de Abel Braga, algo que confirma uma estratégia proposta pela nova direção do clube, eleita no final do ano passado. Contra o Flamengo, domingo, por exemplo, o time colorado contou com nove jogadores com até 22 anos, a maioria formada, pelo menos parcialmente, no próprio clube.

A lista tem Zé Gabriel (22 anos), Lucas Ribeiro (22), Johnny (19), Maurício (19), Caio Vidal (20), Yuri Alberto (19), João Peglow (19), Praxedes (19) e Heitor (20). Destes, seis são formados na base do Inter – além de Rodrigo Dourado, que também é cria do clube, mas já tem 26 anos. “O aproveitamento das categorias de base será uma política permanente. Temos que traçar metas, contratar profissionais com este perfil e dar a eles objetivos e cobrar por resultados”, fincou Barcellos em seu discurso de posse. “O CT de Alvorada fica a 30 quilômetros, mas tem que estar muito próximo do dia a dia do grupo principal”, continuou.

A estratégia, além de começar a apresentar frutos dentro do campo, será fundamental para a sustentação financeira do clube. Já no final desta temporada, após a disputa do Brasileirão, os dirigentes devem anunciar a venda de pelo menos um dos jovens jogadores que se destacaram ao longo da temporada. Neste momento, às vésperas da rodada que define o campeão do Brasileirão, o Inter não trata publicamente do assunto. “Foi um ano especial para mim, pois acabei como titular do Inter. É um clube grande, onde sempre sonhei em jogar. Venho fazendo bons jogos, aprendendo muito. Espero evoluir ainda mais”, analisa o meia Praxedes, que cavou um lugar no time titular após a chegada de Abel no Inter.

Gallardo como titular 

Contra o Corinthians, amanhã, Abel seguirá usando uma formação recheada por jovens. No lugar de Rodinei, expulso contra o Flamengo, jogará Heitor. Cuesta, que cumpriu suspensão na rodada passada, volta à defesa. Outra mudança que pode ser feita pelo técnico é trocar Caio Vidal por Thiago Galhardo. O atacante, que é um dos goleadores do Brasileiro, tem entrado bem nas últimas partidas, fazendo por merecer uma nova oportunidade. No entanto, a utilização de Vidal é estratégica, porque Abel sempre gostou de jogadores rápidos pela ponta.

Edenilson, que acabou o jogo no Maracanã com visíveis problemas musculares, recuperou-se bem. A tendência é que esteja em campo amanhã contra o Corinthians, jogo que os colorados precisam vencer para ainda sonhar com o título. “Vamos continuar lutando. A nossa obrigação é ganhar do Corinthians. Depois, a gente vai saber o que vai acontecer do outro lado”, finaliza Praxedes.

> Receba todas as notícias do Portal Acontece no RS no seu WhatsApp. Clique aqui.

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.