Rio de Janeiro / RJ

Rio: morre mais uma vítima de incêndio no Hospital Badim

Dos 103 pacientes envolvidos no incêndio, 18 morreram e 20 permanecem em atendimento.

08/10/2019 20h53
Por: Redação Acontece no RS
Fonte: Agência Brasil
92
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Morreu hoje, no Hospital Quinta d’Or, mais uma vítima do incêndio ocorrido no Hospital Badim, no dia 12 de setembro passado, no Rio de Janeiro. O paciente, de 77 anos, permanecia internado desde o dia do incêndio, quando teve de ser transferido às pressas para outra unidade de saúde. Com isso, o número de mortes sobe para 18.

No dia do incêndio, uma operação complexa teve de ser montada, com o uso de uma creche para atendimento em um primeiro momento, até a remoção dos pacientes a outros hospitais das redes particular e pública de saúde da região. O cuidado maior envolveu a transferência de pacientes graves, que não puderam ser retirados de imediato, por estarem em centros de Tratamento Intensivo (CTIs).

Balanço

Dos 103 pacientes envolvidos no incêndio, 18 morreram, 20 permanecem internados, e dos 21 acompanhantes internados, cinco ainda permanecem em atendimento. Todos os colaboradores do hospital já tiveram alta.

A assessoria do hospital informou que “a maior parte dos pacientes segue internada para a continuidade do tratamento das patologias que motivaram suas admissões no Hospital Badim e não por conta da inalação de fumaça, uma vez que se trata de uma instituição voltada para o atendimento de casos de alta complexidade cirúrgica e clínica”.

Quer fazer parte do grupo do portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Curta também nossa página no Facebook, assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

Acontece no RS no Facebook: https://www.facebook.com/acontecenors

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.