Segunda, 19 de Outubro de 2020
51 98419-1295
Política Porto Alegre

Juliana Brizola coloca diálogo com a comunidade escolar como bandeira de campanha

Candidata à prefeitura de Porto Alegre pelo PDT foi a segunda entrevistada do Esfera Pública.

01/10/2020 15h42
173
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Correio do Povo
Juliana Brizola (PDT) lidera única chapa 100% feminina | Foto: Alina Souza/CP Memória
Juliana Brizola (PDT) lidera única chapa 100% feminina | Foto: Alina Souza/CP Memória

À frente da única chapa 100% feminina da história da eleição de Porto Alegre, Juliana Brizola (PDT), que tem como candidata à vice-prefeita a professora Maria Luiza Loose (PSB), disse nesta quinta-feira que aposta em uma construção conjunta de toda a comunidade escolar para as definições dos rumos do ensino municipal. A defesa da Educação, presente no partido desde a fundação, pelo seu avô, o ex-governador Leonel Brizola, foi reafirmada por Juliana como principal bandeira de campanha.

Segunda entrevistada dos 13 candidatos ao Paço Municipal no programa Esfera Pública, a candidata disse que a indefinição sobre a volta às aulas após meses de afastamento por conta da pandemia do coronavírus é “a grande questão do momento”.

As decisões, segundo ela, devem passar por um diálogo constante com professores, pais, alunos e todos aqueles envolvidos na comunidade escolar. “Será que vamos ter todos os protocolos necessários para garantir não só a saúde das crianças e dos professores, mas até mesmo um possível surto? É algo que temos que refletir.”

A candidata também colocou como premente para todos os prefeitos que se elegerem no país a aquisição da vacina contra a Covid-19 assim que estiver disponível. De acordo com ela, sua chapa criou um programa para garantir e organizar a imunização de toda a população porto-alegrense.

Retomada da atividade econômica

Da mesma forma, defendeu a necessidade de retomada da atividade econômica através de um plano de obras públicas e iniciativas que estimulem negócios locais, como compra de merenda escolar e confecção de uniformes.

“Precisamos retomar a economia, porque o município só vai ter mais dinheiro para aplicar em Saúde, Educação e Segurança se tiver maior arrecadação, e para arrecadar tem que ter emprego e tem que ter renda”, destacou.

Apesar de a Segurança ser uma atribuição do governo do Estado, a candidata afirmou que a responsabilidade também passa pela prefeitura, que pode buscar parcerias com o Executivo estadual. Assim, ela propõe, por exemplo, a qualificação da Guarda Municipal através de treinamento com a Brigada Militar (BM) e um programa para integrar a segurança privada, em uma parceria de monitoramento da cidade por câmeras.

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.