Segunda, 19 de Outubro de 2020
51 98419-1295
Cidades Porto Alegre

Às vésperas do fim de semana, comerciantes se preocupam com novas aglomerações na Cidade Baixa

Empresários do bairro sugerem mudanças nos serviços de pegue e leve para evitar multidões à noite.

25/09/2020 12h25 Atualizada há 3 semanas
237
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Rádio Guaíba
Foto: Alina Souza/CP
Foto: Alina Souza/CP

Às vésperas do segundo final de semana seguido de abertura à noite, os bares e restaurantes de Porto Alegre se preparam para operar na capacidade máxima permitida em meio à pandemia. E, apesar das mudanças sugeridas pelos empresários, as regras a serem seguidas continuam as mesmas.

Com isso, muitos comerciantes temem que as aglomerações registradas na semana passada voltem a se repetir – especialmente na Cidade Baixa e no Moinhos de Vento, onde sete estabelecimentos foram autuados nos últimos dias. A avaliação é de que o comportamento da população pode prejudicar a imagem dos bairros.

Para o vice-presidente da Associação dos Comerciantes da Cidade Baixa (AACB), Moacir Biasibetti, o problema não é o funcionamento dos bares, e sim as pessoas que compram bebidas no sistema de pegue e leve na intenção de continuarem nas ruas. “O consumo de álcool na calçada também tem incomodado os moradores”, relata.

Atualmente, os comerciantes podem vender o que quiserem, 24 horas por dia, desde que suspendam o consumo local às 23h. Junto da proposta de restringir o pegue e leve aos lanches, a categoria pediu que a Prefeitura autorize os estabelecimentos a deixarem o público entrar até a meia-noite. A abertura aos domingos também é pleiteada.

“As pessoas costumam chegar entre 20h e 21h. Como não pode entrar mais ninguém depois das 22h, não há rotatividade nas mesas. Trabalhando com 50% dos lugares, nós conseguimos ocupar, em média, só 30% da capacidade do salão – já que há vários casos onde duas pessoas se sentam em uma mesa com quadro cadeiras”, explica Biasibetti.

Segundo a AACB, apesar do movimento intenso nas ruas da Cidade Baixa, boa parte dos bares continua tendo prejuízo no bairro. Ainda de acordo com a associação, os empresários não receberam uma resposta da Prefeitura sobre as sugestões enviadas no início da semana.

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.