Quarta, 23 de Setembro de 2020
51 98419-1295
Entretenimento “Chula Meu Galo”

J.A estreia neste sábado concurso de chula

“Essa dança raíz surgiu lá no século 18. Durante as comitivas birivas, homens que levavam gado de uma região pra outra.

11/09/2020 14h00 Atualizada há 2 semanas
189
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Giovani Grizotti - Repórter Farroupilha
Foto: William, Guilherme e Leonardo - Integrantes do TrioPacito
Foto: William, Guilherme e Leonardo - Integrantes do TrioPacito

Para valorizar umas das artes mais empolgantes da cultura gaúcha, o Jornal do Almoço inicia neste sábado o concurso “Chula Meu Galo”. A expressão, muito conhecida nos rodeios e festivais do gênero, simboliza uma arte que costuma as platerias pelo estado.

“Essa dança raíz surgiu lá no século 18. Durante as comitivas birivas, homens que levavam gado de uma região pra outra. À noite no acampamento, alguém pegava violão, um outro se animava, colocava a lança no chão e chula meu galo”, explica o vice-presidente Artístico do MTG, Valdmir Bhömer.

Serão quatro chuleadores que irão disputar duas semi-finais e uma final, que acontecerá no sábado, dia 26. José Guilherme, 21, representa o CTG Rincão da Amizade de Gravataí, Felipe de Lourenzo de Spuza, 16, é do CTG Sentinela da Querência, de Vacaria, Leonardo Brizolla de Melo, 24, estrela do “Triopacito” é do Grupo Folclórico Chaleira Preta, de Ijuí e Miguel dos Santos Lampert, 15, vem lá do CTG Lalau Miranda, de Passo Fundo.

Os avaliadores serão do Departamento de Chula do MTG, sob a coordenação de Adrolado Parizotto Ferreira, o Kalunga, e assistirão as apresentações ao vivo, conectados por vídeo aos dançarinos, cada um da sua casa. Assista a vinheta do programa. Quem grita “é chula, meu galo”, é o Rogério Melo, um baita chuleador!

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.