Terça, 17 de Maio de 2022
Cidades Porto Alegre

Projeto de marina pública na Orla do Guaíba depende de investimento privado

De acordo com Secretaria de Parcerias Estratégicas, valor a ser investido é de no mínimo R$ 25 milhões.

15/10/2021 às 10h18
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Correio do Povo
Compartilhe:
Foto: Alina Souza/Correio do Povo
Foto: Alina Souza/Correio do Povo

O Parque da Orla do Guaíba em Porto Alegre deve abrigar uma marina pública para permitir o acesso de pequenas embarcações ao espaço de terra. Mas, para isso acontecer, a prefeitura necessita de apoio do setor privado. O projeto integra as obras do trecho 2, localizado entre a Rótula das Cuias e o Arroio Dilúvio.

“Publicamos o edital na quarta-feira, mas ainda não é a licitação final. As inscrições para os interessados podem ser feitas até o dia 12 de novembro. Quem quiser apresentar proposta precisa fazer a inscrição”, explica a secretária municipal de Parcerias Estratégicas, Ana Pellini.

A construção vai ter finalidades diversas, como a prática de atividades náuticas no Guaíba, por exemplo. Por enquanto, os esportes aquáticos seguem restritos aos clubes náuticos da cidade, que possuem marinas particulares. Além disso, pessoas que tiverem barcos poderão atracar na marina enquanto estiverem visitando pontos turísticos ou participando de shows. Em seguida, basta voltar para o destino de origem pelo rio.

“Quando foi feito o aterro naquele local na década de 1950, já ficou um espaço reservado para uma marina. Em 2005 foi realizado um estudo sobre os impactos ambientais no lugar, que foi aprovado. A cidade vai melhorar o acesso do rio à terra”, salienta Ana Pellini.

A revitalização desse trecho da Orla busca ainda estimular o turismo e o desenvolvimento econômico. Conforme a secretária, o parceiro privado escolhido vai ter de investir R$ 25 milhões, no mínimo.

Entre as obras e melhorias obrigatórias, o edital, que deve ser lançado em março, prevê a construção da marina, estacionamento, banheiros, ciclovia, reforma no Anfiteatro Pôr do Sol, estruturas necessárias e de apoio, cachorródromo, parque infantil, espaço para eventos, decks, iluminação e sinalização, por exemplo. O acordo prevê 35 anos de concessão.

Roda-gigante deve sair logo do papel, diz secretária
Sobre a roda-gigante no trecho, que era um sonho do ex-prefeito Nelson Marchezan Júnior, Ana Pellini disse que, provavelmente, saia do papel em outro local. “A parceria privada deve colocar uma roda-gigante na altura do Parque Harmonia. Não temos um prazo para a instalação, mas vai ser logo, até pelo fato de a roda já vir montada”, revela a secretária.

> Receba todas as notícias do Portal Acontece no RS no seu WhatsApp. Clique aqui.

Porto Alegre - RS
Sobre o município Notícias de Porto Alegre - RS