Terça, 14 de Julho de 2020
51 98419-1295
Polícia Canoas / RS

Polícia Civil de Canoas investiga venda de medalha nazista original na internet

Homem foi detido no bairro Niterói durante ação que terá prosseguimento para apurar casos parecidos.

01/06/2020 11h00
339
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Correio do Povo
A insígnia estava com a família desde a Segunda Guerra Mundial na década de 1940 | Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP
A insígnia estava com a família desde a Segunda Guerra Mundial na década de 1940 | Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP

Uma medalha nazista original foi apreendida pela Polícia Civil em Canoas. Agentes da 2ª DP, sob comando da delegada Miriam Thomé, deflagraram a operação no bairro Niterói após investigação desencadeada por requisição do Ministério Público do Estado. Um homem foi preso em um primeiro momento, mas vai agora responder o crime em liberdade. A ação, ocorrida no final de semana, foi divulgada na manhã desta segunda-feira com o anúncio de que o trabalho investigativo terá prosseguimento com o objetivo de apurar outros casos semelhantes.

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), delegado Mário Souza, explicou que a venda da medalha com a suástica, fabricada nos anos 1940 durante a Segunda Guerra Mundial, teria sido por motivação financeira ao invés de ideológica. Ele disse que a venda dela ocorreu através de uma plataforma de vendas na internet por “um valor considerável”. Uma outra medalha já havia sido comercializada também pelo indivíduo que admitiu que ambas estavam há décadas com a família devido a um parente ter lutado contra as forças nazistas alemãs na época.

O delegado Mário Souza lembrou que a divulgação do nazismo é crime. O indivíduo, destacou, foi detido pelo artigo 20 do parágrafo primeiro da lei 7716/89. “Ele não tinha antecedentes criminais”, observou, acrescentando que se trata de um cidadão de classe média. “A divulgação em mídias sociais de símbolos nazistas é extremamente prejudicial e necessita de resposta imediata dos órgãos policiais", ressaltou. Já a delegada Miriam Thomé enfatizou “que o crime de racismo deve ser combatido com veemência, principalmente qualquer apologia ao nazismo".

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.