Coronavírus

Coronavírus: Abin estima 5.571 mortos no Brasil até 6 de abril, diz Intercept

O Intercept teve acesso aos informes da Abin, classificados como sigilosos e enviados também a agentes de governos estaduais.

26/03/2020 21h13Atualizado há 6 dias
Por: Redação Acontece no RS
Fonte: Valor Investe
850
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Reportagem do site The Intercept revela que, apesar das declarações em que tenta minimizar a gravidade da epidemia do novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro recebe relatórios da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) que deixam claro o impacto da doença no Brasil.

O mais recente deles projeta que 5.571 brasileiros deverão morrer por covid-19 até 6 de abril — ou seja, em duas semanas —, diz o site.

O Intercept teve acesso aos informes da Abin, classificados como sigilosos e enviados também a agentes de governos estaduais.

Os informes da agência são claros ao enfatizar a necessidade de medidas de contenção como a quarentena — medidas essas que são ignoradas ou até criticadas por Bolsonaro, por empresários aliados e assessores do presidente, destaca o Intercept.

“Coreia do Sul, Irã e China conseguiram mudar a direção da reta, provavelmente depois da adoção de medidas de contenção”, avalia a Abin no documento mais recente citado pela reportagem, finalizado às 22h10 desta segunda, 23.

A agência é comandada pelo ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), uma das vítimas do coronavírus após a viagem do presidente aos EUA, há alguns dias.

(Conteúdo publicado originalmente no Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor).

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Curta também nossa página no Facebook, assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

Acontece no RS no Facebook: https://www.facebook.com/acontecenors

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.