Domingo, 16 de Junho de 2024
17°

Neblina

Porto Alegre, RS

Cultura Tocantins

Contemplado pelo Governo do Tocantins, projeto transforma manuscritos em livros com literatura interativa

Iniciativa "Trileitura - livre para fazer e ler livro" prevê a publicação de três obras, que também serão disponibilizadas em instituições como o C...

11/06/2024 às 12h40
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Secom Tocantins
Compartilhe:
Cronograma da proposta prevê um mês para a execução das obras e um mês para agendar e visitar os locais especificados - Foto: Cultura/Governo do Tocantins
Cronograma da proposta prevê um mês para a execução das obras e um mês para agendar e visitar os locais especificados - Foto: Cultura/Governo do Tocantins

Contemplado na categoria Linguagens Artísticas – Literatura do edital Artes Tocantins 2023, lançado pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Cultura, com recursos da Lei Paulo Gustavo, o projetoTrileitura - livre para fazer e ler livroprevê a produção e publicação de três obras escritas pela autora Joilene Lima de Abreu, nas linguagens do cordel, poesia, prosa e rima. A iniciativa foi classificada no módulo II e recebeu o recurso de R$ 25 mil e os trabalhos serão distribuídos em instituições como o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

Continua após a publicidade

De acordo com a proponente, o primeiro manuscrito,Cangaia de Rima e Prosa, é uma obra de poesia que mistura prosa e rima. O segundo, denominadoO Pai Ema, por outro lado, é um livro de poesia infantil inspirado nos programas de rádio dos anos 1990, especialmente nas histórias de Tia Heleninha da Rádio Nacional de Brasília. Já o terceiro,Um Matuto no Sertão,é um romance de literatura de cordel que tem como inspiração as sagas da infância, moldado pelo estilo narrativo de grandes nomes do cordel, como Sátiro de Xavier Brandão e José Camelo de Melo Rezende, autores deA Triste Sorte de JovelinaeO Romance do Pavão Misterioso, respectivamente.

Continua após a publicidade

Joilene ainda afirma que a ideia surgiu após visitas a espaços como o Caps, o Cras e as Casas de Apoio, a partir do desejo de transformar seus manuscritos em livros que pudessem ser levados a esses locais, de forma que o material também pudesse ser utilizado para a promoção do entretenimento. “Como trabalho com editoração não periódica, eu sei o que é necessário para transformar um manuscrito em um livro. Foi então que me surgiu o desejo de escrever esse projeto que me possibilitaria transformar meus manuscritos em livros e os levar a essas bibliotecas”, destacou.

Continua após a publicidade

O cronograma da proposta prevê um mês para a execução das obras e um mês para agendar e visitar os locais especificados. O período de edição dos livros está previsto para o mês de julho e as entregas devem acontecer até setembro. Além da distribuição física dos livros nas instituições, a ação disponibilizará cópias virtuais para quem tiver interesse em obtê-las, ampliando o alcance da iniciativa.

Conheça a proponente

Nascida em Porto Franco (MA) e vivendo no Tocantins desde o ano de 1985, Joilene Lima de Abreu é arquiteta e urbanista formada pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) em 2017. Autodidata, ela se expressa artisticamente por meio do desenho e da escrita, começando pela arte dos traços antes de descobrir seu talento para a poesia e os cordéis. Recentemente, a artista também começou a se dedicar à prosa e entre suas jornadas literárias e artísticas, exerce sua profissão de arquiteta.

Porto Alegre, RS Atualizado às 09h05 - Fonte: ClimaTempo
17°
Neblina

Mín. 16° Máx. 18°

Seg 17°C 16°C
Ter 24°C 16°C
Qua 19°C 18°C
Qui 19°C 17°C
Sex 21°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes