Sábado, 24 de Julho de 2021 23:41
51 98419-1295
Especiais Serra Gaúcha

Família pede ajuda financeira para fazer cirurgia de urgência em criança na Serra Gaúcha

A criança que hoje tem um ano e seis meses já perdeu um rim e o outro trabalha com 30% da capacidade.

20/03/2021 00h07 Atualizada há 4 meses
679
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Portal Leouve
Foto: Especial Leouve
Foto: Especial Leouve

Desde os primeiros dias de vida Dyévan da Silva Sartor, morador do bairro Alvorada em Farroupilha sofre com uma falência renal. A criança que hoje tem um ano e seis meses já perdeu um rim e o outro trabalha com 30% da capacidade.

De acordo com a mãe, Sandra da Silva, "ele nasceu com dilatações de pelve renal e cálices centrais nos dois rins, onde isso causa dilatações nos  rins juntamente com infecções, causando a falência renal". A criança passa por um acompanhamento de nefrologistas do SUS em Caxias do Sul. Em um dos exames realizados pelos médicos foi constatado a perda total de um os órgãos e a progressão da falência no outro.

Diante disso, a família foi a Porto Alegre, com recursos financeiros de familiares e amigos, em busca de uma solução. Na capital, o médico informou a necessidade de uma cirurgia de urgência. A mãe conta que " o médico fez a solicitação que ele terá que realizar o procedimento com urgência, nas cavidades da pelve renal onde ocorre o causador da dilatação, esse procedimento sendo feito ele ajudará o rim esquerdo continuar  a função sem ter que precisar do rim que já esta sem função, essa cirurgia particular custa R$30.000 com a equipe médica, anestesista e diária hospitalar". A mãe reforça que caso a cirurgia não seja feita e o filho precise aguardar um doador e ele corre risco de vida.

A família esclarece que a cirurgia será feita no rim que está com 30% da capacidade para que ele continue sua funcionalidade. Já o outro rim que já foi 100% comprometido será avaliado pelos médicos depois.

No intuito de angariar fundos para está cirurgia, a mãe Sandra fez uma vakinha online. No site ela relata toda a história do pequeno Dyévan e suas preocupações. "Eu como mãe não aceito e não devo fica esperando o pior acontecer , meu filho é apenas uma criança  e tem uma vida inteira pela frente".

Demais informações sobre a situação da família podem ser esclarecidas com a própria Sandra no telefone (54) 9.9679-8089.

> Receba todas as notícias do Portal Acontece no RS no seu WhatsApp. Clique aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.