Quinta, 29 de Julho de 2021 10:10
51 98419-1295
Geral Charqueadas / RS

Júri do caso Ronei Jr começa nesta segunda em Charqueadas

Jovem foi espancado e morto em 2015, na saída de uma festa.

20/01/2020 08h47
352
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Rádio Guaíba
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Começa nesta segunda-feira o júri de três dos nove acusados da morte de Ronei Faleiro Jr. O crime aconteceu em 1º de agosto de 2015, na cidade de Charqueadas. Serão julgados hoje Peterson Oliveira, Vinicius Silva e Leonardo Cunha. A previsão é de que o júri dure até três dias. Serão ouvidas as vítimas, acusados e 22 testemunhas.

Os demais júris têm datas previstas para 13 e 27 de abril. Na ocasião serão julgados Alisson Cavalheiro, Geovani Souza e Volnei Araújo, na primeira data, e Matheus Alves, Cristian Sampaio e Jhonata Hammes, na sequência.

Ronei Jr, de 17 anos, foi espancado e morto na saída de uma festa no Clube Tiradente. O pai dele, Ronei Wilson Faleiro, e o casal de amigos Richard Wienke e Francielle Wienke também sofreram agressões.

Conforme o Ministério Público, à época dos fatos os acusados formavam o bonde da aba reta. Todos tinham entre 18 e 21 anos.

Os nove responderão pelos seguintes crimes: homicídio qualificado (meio cruel e recurso que dificultou a defesa), três tentativas de homicídio qualificado (motivo fútil – apenas em relação Richard -, meio cruel e recurso que dificultou a defesa), associação criminosa e corrupção de menores.

À exceção de Jhonata Paulino da Silva Hammes, em prisão domiciliar desde dezembro de 2015, os demais oito réus estão presos na Cadeia Pública da Capital.

O crime

Conforme a denúncia, o pai de Ronei Jr foi buscar o filho na festa, por volta das 5h.  O evento servia para arrecadar fundos para a formatura e o menino era um dos organizadores. Os amigos iriam de carona.

Na saída do evento, as vítimas começaram a ser agredidas com garrafadas, socos e pontapés. Na tentativa de escapar, buscaram abrigo no automóvel de Ronei Faleiro. Em determinado momento, Ronei Jr foi puxado para fora e recebeu vários golpes e garrafadas na cabeça.

O pai relatou em depoimento que inicialmente levou filho a um hospital local, mas fora orientado a conduzi-lo a Porto Alegre. O adolescente morreu quando chegavam à Santa Casa. A causa da morte foi hemorragia intracraniana e traumatismo.

A procuradoria concluiu que o ataque foi motivado por rivalidade do grupo aba reta com moradores de São Jerônimo. O alvo inicial seria Richard, que morava na cidade vizinha a Charqueadas.

Quer fazer parte do grupo do portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Curta também nossa página no Facebook, assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

Acontece no RS no Facebook: https://www.facebook.com/acontecenors

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.