Quinta, 29 de Julho de 2021 10:17
51 98419-1295
Cidades Estrela Velha / RS

Prefeitura de Estância Velha lança programa de proteção às mulheres

Primeira-dama Martiele de Carli é madrinha da iniciativa.

08/03/2021 18h20
264
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Correio do Povo
Projeto foi apresentado para as autoridades locais, através de uma cerimônia online | Foto: Divulgação / ACOM / CP
Projeto foi apresentado para as autoridades locais, através de uma cerimônia online | Foto: Divulgação / ACOM / CP

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher, a prefeitura de Estância Velha, lançou na tarde desta segunda-feira, o Projeto Mulheres Protegidas. O programa, voltado para a proteção à mulher, foi apresentado para as autoridades locais, através de uma cerimônia online. 

Com o lançamento, diversas ações serão desencadeadas pela Secretaria de Segurança, a fim de formar uma rede de proteção às mulheres vítimas de violência doméstica. 

Uma dessas ações será a formação do Grupamento de Proteção à Mulher (GPM) da Guarda Municipal. O grupo será responsável por uma das pontas do programa, fazendo o acompanhamento periódico das mulheres que sofrem ameaças ou são vítimas de violências e estão sob medidas protetivas. 

A primeira-dama Martiele de Carli é madrinha da iniciativa e afirma que será dada total assistência às vítimas, seja ele psicológico ou jurídico, através do envolvimento do Centro de Referência da Mulher (CRM), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social.

"É uma honra poder fazer parte desta luta que, na prática, é de todas as mulheres. Vou me somar a este trabalho de sensibilização e conscientização. Inclusive, quero fazer parte desta linha de frente. Estarei presente sempre que necessário e atuaremos em parceria com todos os órgãos de proteção do município para transformar a cidade num exemplo de igualdade de condições", comentou. 

Além disso, o programa prevê, ainda, uma casa de passagem para que as mulheres possam sair imediatamente de suas casas até que os casos sejam analisados pelo Poder Judiciário. Com isso, sob a proteção da Guarda Municipal, estarão seguras de novos ataques.

"Desde o início do ano, já trabalhávamos para viabilizar o projeto. Os dias que se sucederam foram de muito empenho de todos, de muita pesquisa e planejamento, pois nosso propósito é fazer deste projeto um marco para a causa. Queremos um basta para os casos de violência contra as mulheres estancienses", finalizou o secretário de Administração e Segurança, José Dresch.

> Receba todas as notícias do Portal Acontece no RS no seu WhatsApp. Clique aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.