Domingo, 17 de Janeiro de 2021
51 98419-1295
Internacional Coronavírus

Idosa serial killer que fazia doces com restos humanos morre de Covid-19

De acordo com o jornal The Sun, ela foi acusada de matar três pessoas de maneira brutal, inclusive uma criança de 7 anos.

06/01/2021 19h24
466
Por: Redação Acontece no RS Fonte: ND Mais
Foto: Reprodução/Todaykhv.ru/east2wet.news
Foto: Reprodução/Todaykhv.ru/east2wet.news

A idosa, Sofia Zhukova, de 81 anos, que ficou conhecida por ser uma assassina em série que fazia doces com a carne das vítimas, morreu de Covid-19 na prisão, antes do julgamento na Rússia.

De acordo com o jornal The Sun, ela foi acusada de matar três pessoas de maneira brutal, inclusive uma criança de 7 anos.

Ela foi levada para o hospital assim que contraiu a doença e morreu no dia 29 de dezembro. A notícia da morte só foi divulgada nesta semana.

Vídeos em que Zhukova mostrava para os investigadores como usou um machado para assassinar uma das vítimas foram mostrados durante o processo de julgamento, que ainda não havia se encerrado.

Na geladeira dela foram encontrados órgãos do zelador Vasily Shlyakhtich. A idosa, no entanto, negou ser canibal. Durante um depoimento, Sofia disse que agiu para se defender.

“Eu matei o zelador, mas ele me estuprou. O que você acha que eu deveria ter feito? Piquei ele com um machado”, contou a mulher.

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.