Segunda, 19 de Outubro de 2020
51 98419-1295
Polícia Agudo / RS

Assassinato de empresário de Agudo completa oito anos

De acordo com a investigação, Rosangela Lipke é suspeita de ser a mandante do crime.

01/10/2020 15h00
253
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Rádio Sobradinho
Edier Bernardini - Foto - Arquivo
Edier Bernardini - Foto - Arquivo

O assassinato de Ediér Antônio Bernardini completa oito anos e segue sem previsão de julgamento para os quatro réus do caso. No dia 30 de setembro de 2012, o empresário foi encontrado morto, após ser amarrado e torturado em um dos portões de um galpão da empresa que dirigia, em Rincão do Mosquito, interior de Agudo. Desde então, a família luta por justiça.

Três júris já foram marcados, mas nenhum concluído. De acordo com a investigação, Rosangela Lipke é suspeita de ser a mandante do crime e Valter André Silva Santos teria participado ativamente do assassinato e estava em um veículo de Bernardini. A mulher havia tido um relacionamento com a vítima e estaria exigindo dinheiro e bens do empresário. Edier Bernardini havia registrado ocorrência policial em que relatou estar sendo ameaçado de morte pela acusada.

Ainda há outros dois homens acusados de participar do crime: Diones Crumenauer dos Santos e Gelson da Silva Grigolo. Como eles ficaram foragidos e só foram encontrados mais tarde, o processo foi dividido em duas partes, e eles deverão ser julgados posteriormente, também em data a ser definida.

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.