Sábado, 26 de Setembro de 2020
51 98419-1295
Polícia Polícia Federal

Preso um dos principais líderes da facção Os Manos

Criminoso foi localizado em uma mansão em um condomínio de luxo na cidade de Hernandarias, no departamento do Alto Paraná.

04/08/2020 22h56
1.029
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Correio do Povo
Criminoso teve a residência invadida pelos policiais paraguaios | Foto: Senad / Divulgação / CP
Criminoso teve a residência invadida pelos policiais paraguaios | Foto: Senad / Divulgação / CP

Um dos principais líderes da facção Os Manos, vulgo Nenê, de 37 anos, foi capturado ao amanhecer por agentes especiais da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai, com apoio da Polícia Federal do Brasil. Foragido da Justiça desde junho deste ano no Rio Grande do Sul, ele foi localizado em uma mansão em um condomínio de luxo na cidade de Hernandarias, no departamento do Alto Paraná. Com mais de 71 anos de condenação e considerado de alta periculosidade, o criminoso teve a residência invadida pelos policiais paraguaios e foi detido dentro do quarto de dormir, de camiseta e cueca, sem chance de resistência. Após ser imobilizado e algemado, Nenê recebeu uma máscara devido à pandemia do novo coronavírus. Um cúmplice paraguaio, que seria “secretário” dele, também foi preso. A captura ocorreu a partir de informações de inteligência da Polícia Federal, com base em acordo de cooperação policial internacional. O criminoso será expulso do Paraguai e entregue à Polícia Federal. De acordo com a Senad, o foragido operava em associação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no território paraguaio.

Então recolhido na Cadeia Pública de Porto Alegre (antigo Presídio Central),Nenê havia sido beneficiado a cumprir pena no regime semiaberto em março deste ano em decorrência da pandemia. Ele recebeu uma tornozeleira eletrônica que foi rompida  em junho quando residia em um condomínio de alto padrão, alugado por cerca de R$ 2 milhões, no bairro Encosta do Sol, na cidade de Estância Velha.

O criminoso havia sido detido na operação Panóptico deflagrada pela Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas em abril de 2014 no Rio Grande do Sul. Na época, a ação ocorreu em Campo Bom, Estância Velha, Farroupilha, Novo Hamburgo, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul e Sapucaia do Sul. A investigação da PF identificou que a facção Os Manos estava associada ao narcotraficante catarinense conhecido como “Pavão”, capturado em dezembro de 2009 na localidade de Yby Yaú, no Paraguai, junto com o paraguaio Capilo, então líder do PCC na cidade de Pedro Juan Caballero.

Em novembro de 2013, Nenê foi preso como foragido pela Polícia Federal no aeroporto de Foz do Iguaçu, no Paraná, na fronteira com o Paraguai, quando tentava embarcar em um voo para Florianópolis, em Santa Catarina. Na época ele tinha mandado de prisão devido à morte de um brigadiano ocorrida em fevereiro de 2012, na ERS 239, em Sapucaia do Sul. Ele ficou um período recolhido na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, sendo transferido para a Cadeia Pública de Porto Alegre após sequestro da companheira em maio de 2016 na ERS 401, após ela ter visitado-o na casa prisional.

Nenê é acusado de ter sido um dos que organizaram a construção de um  túnel de acesso à Cadeia Pública de Porto Alegre para facilitar a fuga dele e de outros detentos da facção. A escavação foi descoberta em fevereiro de 2017 durante a operação Túnel Santo do Departamento Estadual de Investigação do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil. Em julho de 2017, ele foi encaminhado para a Penitenciária Federal em Mossoró, no Rio Grande do Norte, na operação Pulso Firme da Secretaria de Segurança Pública do Estado, retornando em outubro do mesmo ano ao Rio Grande do Sul.

Em maio deste ano, o Denarc desencadeou a megaoperação Magna Ópera contra a facção Os Manos. As investigações descobriram até uma fazenda de 140 mil hectares, com pista de pouso no meio da mata fechada, avaliada em R$ 42 milhões, de propriedade da organização criminosa, no Mato Grosso, na fronteira com a Bolívia.

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.