Terça, 04 de Agosto de 2020
51 98419-1295
Polícia Vale Verde / RS

Três homens são mortos no interior de Vale Verde

Corpos foram encontrados em uma propriedade próximo à ERS-244.

27/07/2020 15h36 Atualizada há 1 semana
455
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Portal Gaz
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Três homens foram encontrados mortos em uma propriedade na localidade de Monte Alegre, no interior de Vale Verde, na manhã desta segunda-feira, 27. A casa fica próximo da ERS-244.

No triplo homicídio foram executados Antônio Tomé Alves Andrade, conhecido como Ceará, de 58 anos, e Leonardo Severo Andrade, de 28 anos, pai e filho, e Francisco de Almeida Gonçalves. Conforme a Polícia Civil, ainda não é possível saber se Francisco era um funcionário ou caseiro da propriedade, mas ele estaria no local na hora do crime. “Uma vítima, uma mulher, com uma criança no colo, não foi alvejada e sobreviveu. Ela é mulher do dono da propriedade”, salienta o delegado regional, Luciano Menezes.

Antônio Tomé Alves Andrade, conhecido como Ceará, de 58 anos

Leonardo Severo Andrade, de 28 anos

 Francisco de Almeida Gonçalves

Conforme Menezes, a polícia trabalha com a possibilidade de tráfico de drogas como motivador do crime por conta do tipo de execução. Ele explica que Leonardo Severo de Andrade já havia sido alvo de tentativa de homicídio no dia 4 de julho. “Ele sofreu diversos disparos de pistola, foi alvejado por pelo menos quatro ou cinco tiros, conseguiu fugir, foi internado, perdeu um pedaço do pâncreas, do rim e, depois de passar pela UTI do Hospital Santa Cruz, foi transferido para o Hospital da PUC. Isso nos chama a atenção, o fato de ele estar aqui, porque a informação que tínhamos é que ele ainda estaria internado”, explica.

De acordo com Menezes, ainda é cedo para apurar o que realmente aconteceu, mas as evidências apontam para um crime de vingança, considerando que as vítimas foram atingidas por muitos tiros de fuzil. Menezes acredita, contudo, que a motivação dos crimes possa ter sido desavença entre facções. O delegado disse também que Leonardo já era alvo de investigação da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas (Draco) e possuía dois inquéritos abertos em seu nome, um deles pela prática de lavagem de dinheiro e outro por tráfico de drogas.

A partir de agora, o caso será investigado pela Delegacia de Polícia de Passo do Sobrado.

Foto: Rafaelly Machado

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.