Segunda, 10 de Agosto de 2020
51 98419-1295
Polícia Soledade / RS

Família pede ajuda para encontrar homem desaparecido no bairro Botucaraí em Soledade

Segundo os familiares Dinho não tinha intrigas com ninguém e se trata de um homem pacato.

13/07/2020 22h14
480
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Tua Rádio Cristal
Juraci Portella da Silva, o Dinho está desaparecido Foto: Arquivo da família
Juraci Portella da Silva, o Dinho está desaparecido Foto: Arquivo da família

Mais um caso vem chamando a atenção e intrigando a comunidade soledadense. Completará nesta terça-feira, 14/07, o desaparecimento de Juraci Portella da Silva, 46 anos, mais conhecido por Dinho, morador da Rua João Rui Tatim, 115, no bairro Botucaraí.

Conforme Francieli dos Santos, nora de Dinho, na terça-feira, 07/07, seu cunhado, que não havia dormido em casa, chegou pela manhã na residência onde mora com seu pai, passado algum tempo, percebeu que o mesmo não estava em casa, momento em que ligou para Alan, o irmão mais velho demonstrando preocupação, pois o pai nunca havia saído de casa sem o celular e sem o carro. A partir deste instante começaram a fazer buscas na redondeza na tentativa de alguma informação. O fato foi registrado junto a DPPA de Soledade.

Na quarta-feira, 08/07, imagens de câmeras de videomonitoramento de um mercado do bairro, mostraram que Dinho aparecia correndo de pés descalços e com as mãos na cabeça indo em direção à comunidade Bom Jesus.

Francieli informou ainda que várias buscas foram feitas em locais próximos, porem nada foi encontrado que pudesse levar ao paradeiro de Dinho.

Sobre a possibilidade de Dinho ter se desentendido com algum desafeto, Francieli disse que não, pois se tratava de um homem pacato, tranquilo, que sempre avisava aos filhos quando saia de casa.

Os filhos buscaram ainda o apoio da corporação de bombeiros, pois, segundo eles, nos fundos da comunidade Bom Jesus existe um rio e que talvez Dinho pudesse ter ido para aquele local.

Juraci Portella da Silva, o Dinho, saiu de casa usando um moletom com capuz, uma calça jeans e estava sem calçados nos pés. Qualquer informação que possa levar ao paradeiro do mesmo pode ser passada para o celular (54) 9.9215-3898, que está com Francieli ou ainda ligar para a Polícia Civil e Brigada Militar.

Fonte: Tua Rádio Cristal

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.