Domingo, 26 de Setembro de 2021
32°

Muitas nuvens

Teresina - PI

Saúde Rio Grande do Sul

Secretaria da Saúde promove atividades de incentivo ao aleitamento materno durante o Agosto Dourado

Com o tema “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos”, as atividades da Semana Mundial do Aleitamento Materno serão realizadas a partir deste domingo (1/8) até o próximo sábado (7/8).

01/08/2021 às 06h10
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Compartilhe:
-
-

Com o tema “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos”, as atividades da Semana Mundial do Aleitamento Materno serão realizadas a partir deste domingo (1/8) até o próximo sábado (7/8). A programação é alusiva ao Agosto Dourado, mês dedicado ao incentivo do aleitamento materno.

A agenda se inicia com a iluminação cênica de prédios públicos e privados de Porto Alegre, com luzes douradas (âmbar) em alusão ao leite materno, “considerado alimento padrão ouro para os bebês”, explica a nutricionista Kátia Rospide, responsável pelas ações de incentivo ao Aleitamento Materno da Secretaria da Saúde (SES).

Na segunda-feira (2/7), ocorrerá a pré-conferência que será ministrada pelo médico pediatra Carlos Gonzalez, da Universidade Autônoma de Barcelona. Na terça-feira (3/8) será a abertura oficial do 13º Seminário Estadual da Semana Mundial da Amamentação e do 8º Seminário Estadual da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil. A programação vai até quarta-feira (4/8) em formato online. A promoção é da SES, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre e o Conselho Regional de Nutricionistas 2ª região.

“A mensagem do tema escolhido pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno diz que é hora de informar, enfocar, engajar e articular ações para promover, proteger e apoiar o aleitamento materno em nosso Estado”, desztraca Kátia Rospide. “O aleitamento materno garante a sobrevivência, a saúde e o bem-estar das crianças e de suas famílias.”

A nutricionista informa que, apesar do crescimento dos indicadores de aleitamento materno no Brasil, dados do relatório preliminar do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani), do Ministério da Saúde, apontam que menos da metade (45,7%) das crianças menores de seis meses de idade recebe a amamentação exclusiva. A prevalência de aleitamento materno continuado aos 12 meses (crianças de 12 a 15 meses) foi de 53,1%. O estudo avaliou 14.505 crianças brasileiras menores de cinco anos entre fevereiro de 2019 e março de 2020.

Amamentação na pandemia

O Ministério da Saúde recomenda a manutenção da amamentação durante a pandemia. A orientação leva em consideração os benefícios para a saúde da criança e da mulher, a ausência de constatações científicas significativas sobre a transmissão do coronavírus por meio do leite materno e o fato de não haver recomendação para a suspensão do aleitamento materno em decorrência da transmissão de outros vírus respiratórios. Nestes casos, a amamentação deve ocorrer desde que a mãe deseje e esteja em condições clínicas adequadas para fazê-lo.

Vantagens do aleitamento para as crianças

  • Menos alergias, infecções, diarreias, doenças respiratórias e otites, além de menos chances de desenvolver obesidade e diabetes tipo 2.
  • Alcançam melhor desempenho em testes de inteligência e se transformam em adultos mais saudáveis e produtivos.
  • É o alimento mais completo para o bebê e tem tudo que ele precisa para se desenvolver de forma saudável até os seis meses de vida. A partir dos seis meses, a orientação é para que o bebê continue mamando até os dois anos ou mais e seja introduzida a alimentação complementar saudável.


SEMINÁRIO

Segunda-feira (2/8)
10h –Pré-Conferência: Uso e abuso das curvas de peso
Carlos Gonzalez – médico pediatra da Universidade Autônoma de Barcelona

Terça-feira (3/8)
19h –Abertura e boas vindas
Conferência: Proteger a amamentação – Uma responsabilidade de todos
Valderez Aragão, nutricionista, membro da IBFAN Brasil

Quarta-feira (4/8)
14h –Palestra: Métodos não farmacológicos do controle da dor no período neonatal – prática clínica
Juliana de Oliveira Marcatto, enfermeira, professora da UFMG

15h –Palestra: Aleitamento materno e cárie dentária – desmistificar para proteger
Lívia Guimarães Zina, cirurgiã-dentista, coordenadora de mestrado na UFMG

16h –Palestra: Proteger a amamentação é proteger a saúde coletiva: caminhos e reflexões
Cristiano Siqueira Boccolini, nutricionista, pesquisador da Fiocruz

Os eventos serão transmitidos nocanal do Conselho Regional de Nutricionistas – 2º Região no Youtube.

CALENDÁRIO DA ILUMINAÇÃO DE PRÉDIOS

Palácio Piratini – 1 a 7 de agosto
Assembleia Legislativa – 1 a 7 de agosto
Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff) – 1 a 7 de agosto
Tribunal de Justiça – 1 a 7 de agosto
Ponte do Guaíba – 1 a 7 de agosto
Estádio Beira-Rio – 2 de agosto
Arena do Grêmio – 1 a 7 de agosto
Câmara de Vereadores de POA – 1 a 7 de agosto
Lojas Lebes da avenida Borges de Medeiros – 1 a 7 de agosto

Texto: Ascom SES
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.