Terça, 07 de Dezembro de 2021
Assistência Social Rio Grande do Sul

Programa para jovens que buscam oportunidade na área de TI está com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o Programa #TeuFuturo, realizado pela Fundação Imed e pela Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), por meio do Departamento de Políticas para a Juventude (DPJ).

29/06/2021 às 18h35
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Compartilhe:
-
-

Estão abertas as inscrições para o Programa #TeuFuturo, realizado pela Fundação Imed e pela Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), por meio do Departamento de Políticas para a Juventude (DPJ). Em parceria com a Razor Computadores, a iniciativa disponibilizará cem bolsas de estudo, com objetivo de promover a descoberta e desenvolvimento de habilidades na carreira de ciência da computação.

Será oferecida formação técnica comportamental em Programação Web de 160 horas, buscando conectar os finalistas com vagas na área de TI. As aulas ocorrerão nas segundas-feiras, das 13h30 às 17h30, em formato on-line. Os interessados podem se inscrever nestelinkaté 7 de julho. É preciso estar regularmente matriculado em escola pública ou particular no 2º ou 3º ano do Ensino Médio ou já ter completado o Ensino Médio, com limite de idade de 16 a 30 anos completos na data da inscrição. É preciso, ainda, residir em um dos 94 municípios das 7ª, 15ª e 39ª Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). Mais informações noedital.

A segunda etapa do processo seletivo ocorrerá de 12 a 21 de julho, e a divulgação da lista de aprovados será em 28 de julho. O programa será realizado de 2 de agosto a 21 de novembro, e a formatura on-line está programada para 26 de novembro.

"Os impactos da pandemia têm gerado um problema econômico na sociedade. É imprescindível que consigamos oportunidades para os jovens neste momento, e o #TeuFuturo é certamente uma resposta para aqueles que estão sem oportunidades ou terminaram o Ensino Médio e estão procurando emprego e a chance de uma vida melhor”, ressalta o diretor do DPJ, Álvaro Lotterman.

Texto: Carolina Zeni/Ascom Stas
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.