Coronavírus

Eduardo Cunha vai à prisão domiciliar devido ao coronavírus

Ex-presidente da Câmara dos Deputados vai ser monitorado eletronicamente.

26/03/2020 21h55
Por: Redação Acontece no RS
Fonte: Correio do Povo
166
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil / CP Memória
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil / CP Memória

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha vai ser transferido para a prisão domiciliar por conta da pandemia de coronavírus. A informação é da Justiça Federal de Curitiba. Preso por conta da Operação Lava Jato, ele passa a ser monitorado com tornozeleira eletrônica.

Conforme a juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, a decisão se baseia em uma “situação excepcional” causada pela pandemia. A decisão cita, ainda, que Cunha é parte do grupo de risco da Covid-19 e, portanto, pode permanecer em isolamento em casa.

Ex-presidente da Câmara no governo Dilma Rousseff, Cunha completou 61 anos em setembro. Em 2017, após o impeachment da ex-presidente, a Justiça Federal condenou Cunha pelos crimes de evasão de divisas, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Curta também nossa página no Facebook, assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

Acontece no RS no Facebook: https://www.facebook.com/acontecenors

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.