Quinta, 05 de Agosto de 2021 14:05
51 98419-1295
Senado Federal Senado Federal

CPI 'foge do combate à corrupção' ao rejeitar convocação de Gabas, diz Girão

Em pronunciamento, nesta quarta-feira (16), o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) chamou de “fatídico” o resultado da votação da CPI da Pandemia que...

16/06/2021 17h30
123
Por: Redação Acontece no RS Fonte: Agência Senado
Reprodução Tv Senado
Reprodução Tv Senado

Em pronunciamento, nesta quarta-feira (16), o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) chamou de “fatídico” o resultado da votação da CPI da Pandemia que rejeitou, por 6 votos a 4, a convocação do secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Eduardo Gabas. Para Girão, de todos os requerimentos que ele apresentou ao colegiado, esse era um dos mais importantes, pois seu objetivo é rastrear os desvios de recursos públicos destinados aos estados e municípios.

— O dr. Gabas foi ex-ministro do governo Dilma e é o atual diretor do Consórcio Nordeste. O que nós queríamos era que ele viesse aqui para se explicar, dando a ele amplo direito de defesa ao contraditório. Mas não deixaram; a blindagem é muito grande — afirmou.

De acordo com Girão, são vários indícios que envolvem o consórcio e a empresa Hempcare, pela compra de 300 ventiladores clínicos de UTI, em valor aproximado de R$ 48 milhões, pagos antecipadamente. Os equipamentos seriam distribuídos a todos os estados nordestinos, mas, segundo o senador, nunca foram entregues.

— A sede da empresa fica num edifício residencial em São Paulo; nem escritório comercial eles têm. Essa compra que foi feita, com certeza, lesou a população do Nordeste e vidas podem ter sido perdidas por conta desses 300 respiradores que nunca chegaram. Nunca deveríamos aceitar, mas, em tempos de pandemia, desviar verba pública não é apenas corrupção: é assassinato — declarou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.