Governo do Estado

Leite discute com governadores do Sul e Sudeste ações para frear avanço do coronavírus

Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participou de videoconferência.

23/03/2020 16h59
Por: Redação Acontece no RS
Fonte: Rádio Guaíba
228
Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini
Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Por videoconferência, o governador Eduardo Leite esteve debatendo, nesta segunda-feira, com outros governadores que fazem parte do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), mais ações de prevenção e medidas de restrição para o enfrentamento ao coronavírus. Também foram abordadas normas visando garantir os serviços essenciais à população, assim como a necessidade do anúncio de medidas em auxílio aos Estados e municípios, pelo governo federal. Ações desenvolvidas no sistema prisional também foram elencadas pelo governador gaúcho.

Após os chefes de Executivo terem feito um resumo sobre o panorama da doença em cada estado, Leite destacou, entre outras iniciativas, que no Rio Grande do Sul um conselho de crise trabalha, tanto para garantir o abastecimento, quanto para analisar as questões epidemiológica, logística e econômica, ajudando na tomada de decisões.

“É uma crise de impacto mundial. Além da análise da questão econômica, é importante que haja uma coordenação entre os entes federativos para termos ações alinhadas em várias frentes, desde a questão do incremento no número de leitos até o transporte de mercadorias”, comentou Leite, após o diálogo.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participou da reunião para falar sobre as orientações da Pasta em relação à logística e ao transporte no País, especificando questões referentes a portos e rodovias, por exemplo.

Uma nova reunião entre os governadores do Cosud é prevista para quarta-feira, dessa vez para analisar as medidas para auxílio aos Estados, que devem ser anunciadas até essa data pelo governo federal.

Na semana passada, governadores dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal já tinham assinado uma carta solicitando apoio do governo federal para atenuar os efeitos sanitários e econômicos causados pela pandemia do coronavírus, como aplicação da lei que cria a renda básica de cidadania, propiciando recursos à população economicamente vulnerável, a suspensão do pagamento da dívida dos Estados com a União e com os bancos, por um prazo de 12 meses, o aumento no aporte de recursos para a saúde e a garantia de verba para compensar a perda de arrecadação por parte dos estados, entre outras ações.

Quer fazer parte do grupo do Portal Acontece no RS no WhatsApp? CLIQUE AQUI para entrar no grupo!

Curta também nossa página no Facebook, assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de todo o Rio Grande do Sul.

Acontece no RS no Facebook: https://www.facebook.com/acontecenors

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.