Quinta, 29 de Julho de 2021 08:47
51 98419-1295
Cidades Vacaria / RS

Mobilidade urbana, emprego e renda: o que avançou em Vacaria, na visão de Amadeu Boeira

Nos primeiros 100 dias, governo de continuidade lançou projeto para execução de duas perimetrais para desafogar 116 e 285.

16/04/2021 21h26
406
Por: Redação Acontece no RS Fonte: GAÚCHA ZH
Mobilidade urbana é prioridade, e objetivo de implantar novas vias é desviar fluxo de veículos da área central da cidade Maicon Maciel / Divulgação
Mobilidade urbana é prioridade, e objetivo de implantar novas vias é desviar fluxo de veículos da área central da cidade Maicon Maciel / Divulgação

Reeleito, o governo do prefeito Amadeu de Almeida Boeira (PSDB) em Vacaria usou o primeiro trimestre da nova gestão para readequar o planejamento e dar continuidade a projetos que já estavam em andamento. Com isso, obras de pavimentação das ruas tiveram seguimento, já que o objetivo da administração até o final do mandato é zerar o número de vias sem a melhoria. Para além disso, a prefeitura lançou o projeto de elaboração das duas perimetrais, leste e oeste, que vão desafogar o trânsito das duas BRs que cortam o município, a 116 e a 285. Segundo o vice-prefeito, Marcelo Dondé (PP), as obras, que preveem melhorias em estradas vicinais já existentes, se impõem no atual cenário, com trânsito sobrecarregado pelos gargalos criados pela malha ferroviária que divide a cidade. Com a conclusão do asfaltamento da BR-285 na divisa do RS com Santa Catarina, na Serra da Rocinha, a perspectiva é que o quadro se agrave ainda mais.

— Quando essa obra que depende dos dois Estados for entregue, o que deve acontecer em até dois anos, nós vamos ter um aumento de mais ou menos 70% no fluxo de carros e caminhões em função desse novo canal turístico e logístico que se cria. Com as perimetrais, vamos tirar esse fluxo pesado que não têm a necessidade de passar por dentro do perímetro urbano — projeta Dondé.

Outro projeto que deve sair do papel é a construção de uma elevada na BR-116 passando por cima da Avenida Moreira Paz, outra demanda antiga da comunidade.

— Como nós estamos dando sequência, temos um norte mais claro do que fazer. Tinha um planejamento que ia até o final de 2020, mas que é muito fácil de ser ajustado a partir do janeiro de 2021 porque tu já tem o caminho das pedras claro e definido. Readequamos o planejamento para mais quatro anos e estamos dando continuidade ao trabalho — afirma o vice.

Emprego e aeroporto em operação

Um dos principais objetivos da gestão no novo mandato é colocar o Aeroporto Regional dos Campos de Cima da Serra em funcionamento. Em fevereiro, a Azul e o governo do Estado aprovaram a operações dos voos regulares entre Vacaria e Porto Alegre, o que deve ter início até o fim de maio. Outra demanda da comunidade, que pautou o debate eleitoral de 2020, é a geração de emprego e renda. A prefeitura trabalha na desapropriação de uma área para instalação de um parque industrial, com lotes voltados a grandes, médias e pequenas empresas. Além disso, segundo Dondé, a negociação para levar uma unidade das lojas Havan a Vacaria também está em estágio avançado.

— A saúde é onde a gente está mais preocupado, porque é onde precisamos cuidar da nossa população. Além do aporte periódico no hospital para manter os leitos, também estamos investindo em uma usina de oxigênio para ser instalada aqui em Vacaria, já que a demanda tem aumentado muito — complementa.

TRÊS EIXOS

Iniciativas de destaque adotadas no período, segundo a prefeitura

  • Mobilidade urbana
  • Geração de emprego e renda
  • Implantação de voos regulares no aeroporto

> Receba todas as notícias do Portal Acontece no RS no seu WhatsApp. Clique aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.